quem somos

criada em maio de 2018 por Marina Ginde e Mariana Serafim (Nika), a VALSA promove diversidade e acolhimento em um espaço de convívio com eventos culturais, sendo um laboratório para artistas e criadores que experimentam novos formatos.

em 2020, Thiago Rocha juntou-se à equipa com suas pizzas para deixar tudo mais gostoso.

em 2021, uniu forças com outros pequenos negócios lisboetas - Café Mortara e Artesanalis Bottle Shop - para criar o CORAL, coletivo de curadoria que promove e apoia artistas e criadores independentes, com uma programação cultural e gastronómica de forma segura, inclusiva e colaborativa. hoje, a sede do CORAL abriga a VALSA em suas salas na rua Angelina Vidal.

 

Luiza

Luiza é da sensibilidade. Carioca curiosa escorpiana, adora tudo que é oculto e profundo, mas também é uma pessoa solar. Apaixonada pelas expressões artísticas e por tudo que tem ritmo, é viciada na adrenalina de estar em cena. Seu primeiro contato com o palco foi no sapateado e a partir desse batuque com os pés, se encantou por tambores e expressões corporais (seu sonho de criança era ser integrante do grupo Stomp). primeiro veio a capoeira, depois se envolveu com carnaval, tocou tambores de maracatu, conga de comparsa, fez dança afro-cubana quase fugiu com o circo, quando passou um tempo treinando acrobacias. Até que resolveu juntar tudo em dramaturgia e começou a estudar teatro. Se formou em Artes Cênicas ao mesmo tempo que atuava em peças, cantava e tocava em bandas. Completamente instigada por desafios resolveu mudar de país grávida para expandir completamente suas fronteiras e se reinventar.

Nika

Nika nasceu em Santos-SP (Brasil) e já chamou de casa tantas outras cidades pelo mundo como São Paulo, Londres, Buenos Aires, Montevidéu e hoje, Lisboa. É graduada em hotelaria, trabalhou por muitos anos em grandes empresas, mas deixou pra trás o mundo corporativo e se juntou à sua amiga de infância e ex-bandmate, Marina, no que considera seu projeto de vida, o VALSA. Tem o sol e a lua em sagitário e ascendente em gêmeos, é umbandista desde sempre, poderia nadar todos os dias dessa vida, escreve uns poemas de menos, escuta uns podcasts de mais.

Marina

Aos 6 anos, Marina queria ser detetive

(o que explica bem sua escorpianisse) e dizia que tinha

olhos cor de rosa. Viveu sua juventude em Santos, cidade de praia, e, apesar de se encantar com o mar, nunca abraçou o bronzeado. Ouviu Bikini Kill, aprendeu a tocar guitarra e montou uma banda de garotas. Se mudou para São Paulo, estudou arquitetura mas se apaixonou mesmo por urbanismo. Depois de trabalhar com planejamento urbano em uma grande metrópole, quis ver de perto outras cidades do mundo, mas escolheu Lisboa para chamar de lar, onde se juntou com sua amiga de sempre, Nika, e criou uma casa que celebra e abraça as causas em que acreditam.
Ama steak tartare, não recusa cerveja e está sempre com alguma música - que não sabe qual é - na cabeça.

Thiago

Thiago é do Rio de Janeiro (Brasil) e acha cada vez mais difícil se definir separando as coisas que ele faz. É formado em geografia e dá aulas nesta matéria para futuros diplomatas brasileiros. Durante seu percurso acadêmico foi fazer parte do doutoramento na França, onde começou a se interessar por panificação e decidiu investigar processos de fermentação natural a partir de massa mãe. Acredita que processos tradicionais ajudam a gente a pensar nossa relação com o tempo e o espaço em um mundo acelerado. Como tudo fica melhor com pizza, criou o projeto Pizzandante com a idéia de que uma bela pizza de fermentação lenta é capaz de reunir as pessoas e criar lugares de encontro e trocas de vivências. É também músico, apaixonado pelo violão, desde o choro carioca ao flamenco espanhol, convencido de que misturar coisas muito diferentes tem dado bem certo até aqui.