PALAVRA CASA
LIVROFICINA
A PALAVRA COMO POTÊNCIA CRIADORA​
com Giulia Frascino
encontro presencial

6 AGOSTO, SÁBADO, 11-16h

A livroficina propõe um encontro que sugere diferentes dinâmicas de grupo mediante a um dispositivo comum: a palavra.

 

As atividades exploram três diferentes núcleos, sendo eles: palavracorpo, palavra-fala e palavra-traço, a provocar ações a partir de instruções, jogos e exercícios de escrita criativa.

 

O objetivo principal consiste em analisar e identificar a potência da palavra como terreno fértil para criação, expressão e produção artística. Investigar o gesto coletivo ao propor metodologias que questionem as formas de comunicação, o objeto livro e sua desconstrução, a performatividade da linguagem e as traduções possíveis que germinam no cruzamento entre a arte contemporânea, a literatura e o design editorial.

 

A livroficina funciona como laboratório experimental e assume seu caráter empírico, a resultar em inúmeras interpretações que nascem de um lugar.

Divulgação_Valsa.jpg

ATIVIDADES

manual de instruções para o uso do corpo

Instruções, em tiras de papel, que propõem ações que envolvem o corpo, a interação com o outro e o espaço a ser ativado. Pequenas ações que provocam desconforto e sugerem interações mínimas e subtis entre os participantes. intenção: aquecer o corpo para as atividades e trazer presença.

 

mapa afetivo das palavras

A atividade propõe a produção de um desenho de um mapa sentimental de um espaço que já tenha sido vivenciado - uma memória. A partir desses desenhos, são disponibilizados 10 carimbos de 10 palavras: partir, fazer, dizer, esbarrar, partilha, multidão, corpo, rastro, confronto, travessia. O exercício propõe a associação das palavras com o desenho - a sugerir conexões e configurar um novo mapa afetivo e a ressignificação de um novo lugar. intenção: explorar o conceito de geografia sentimental e associação de palavras com sentimentos e lugares.

 

falar em silêncio

Nesta proposição, uma pergunta-disparo será disponibilizada ao centro de um papel e dará início à “conversa” em silêncio. A partir da primeira pergunta, cada participante deve responder com outra pergunta - e assim segue o jogo. É proibido falar. intenção: explorar o poder da palavra em gerar sentido desassociada da fala.

 

situação-confronto

Nesta atividade serão disponibilizados uma série de objetos, lápis de cor, cola e papel A4. Pede-se para que cada participante escolha de 2 a 3 objetos e estabeleça situações de confronto entre eles, através de um desenho. Também pode usar palavra. intenção: aprofundar a potência das traduções possíveis entre objetopalavra-desenho e criar novos sentidos

grifa-narrativa

Neste exercício pede-se a composição de uma roda, cada participante recebe um marcador. Um livro será passado em sentido horário e a atividade propõe que o participante grife as palavras que deseja e crie sua própria narrativa. Em sequência, cada um lê em voz alta a nova narrativa. intenção: pontuar as infinitas possibilidades a partir de uma narrativa - trazer o texto para a performance da fala.

Como e onde vai ser?

- 1 encontro presencial, dia 6 de AGOSTO (sábado)

- com a duração de 4h, com intervalo para almoço (11h às 16h)

- na nova sede da VALSA (Rua Angelina Vidal, 13 - Lisboa)

Investimento

12€

o pagamento deverá ser feito por MBWay para +351 938 416 208 com "Palavra Casa" na referência

QUERO INSCREVER-ME!

Obrigada! Em breve entraremos em contacto :)